Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

3 Pontos de Vista

Abracem-se!

Um abraço é um mundo e há momentos em que nada faz mais sentido do que dar ou receber um abraço. Com ele expressamos através do corpo, no gesto,  aquilo que não cabe nas palavras: o afeto, o medo, o conforto, a alegria, o entusiasmo e outras tantas emoções. 

Hoje é o dia do abraço e ainda vamos a tempo de abraçar muito - hoje, amanhã e depois.

hugs.png

Dispensamos os abraços cordeais. Gostamos de abraços reais! Quais? Como existem numa infinidade de variáveis, optamos por definir três categorias: O "abraço do resolve-as-coisas" (a aplicar quando o melhor é soltar um abraço para acabar com a conversa); o "abraço de mamas" (exclusivo ao clã feminino/abraço frontal/ para enaltecer um momento especial entre amigas/ descontraído acompanhado de um sorriso evidente) e por fim o "abraço do anda-cá-que-já-não-aguento" (para ter lugar quando aquela palavra que não existe em mais dicionário nenhum - saudade - se transforma numa vontade).
Abracem-se! 

 

6 comentários

Comentar post